Dica de Livro: Renato Russo – O Filho da Revolução

A jovem capital de Brasília foi palco de todas as mudanças ocorridas no conturbado período PRÉ e PÓS abertura política. É com esse plano de fundo que surge a Legião Urbana, um dos maiores fenômenos musicais do país.

O livro conta paralelamente sobre a transformação da história do nosso país e a vida de Renato Russo. Têm fotos exclusivas, cartas, registros de diários, rabiscos, ideias das composições que o cantou criou.

A década de 1980 surgiu como um grito de identidade nacional, propagando a ideologia punk/rock em nosso espaço sonoro. Renato Russo carioca radicado em Brasília ganhou o status conquistado por ele como cantor e compositor.

No meio de várias biografias, ensaios e homenagens póstumas, o livro “Renato Russo: O Filho da Revolução” com 400 páginas, escrito pelo jornalista Carlos Marcelo, o autor fez o levantamento de entrevistas (algumas pouco conhecidas), coletou dados e informações valiosíssimas de quem conviveram com Renato Russo, bem como de fontes documentais da época (como jornais, revistas, programas de rádio e periódicos de todos os gêneros).

A obra conta com mais de cem entrevistas, incluindo depoimentos de Dado Villa-Lobos, Dinho Ouro Preto, Herbert Vianna, Millôr Fernandes, Ney Matogrosso, Tony Bellotto e vários amigos anônimos. Edição especial com ensaio inédito sobre a música Faroeste Caboclo.

Deixe uma resposta