Dica para ouvir + Entrevista com a Banda Infuria

A Banda Infuria está na cena independente desde 2015, formada em Porto Alegre, os caras fazem um som próprio com influências do grunge e Rock mais clássico.

A Infuria vem com formação de um trio: Magrão Fonseca (Guitarrista e vocalista), Michael Fonseca (Baixista) e Anderson Almeida (Baterista).

Recentemente lançaram o CD “Imperfeito” e o Clipe Oficial Destrua, está música faz parte do álbum lançado.

O Dicas da Paty bate um papo com essa galera que fala sobre o novo álbum de trabalho, o clipe oficial e os planos para o ano que vem. Curta, compartilhe e comentem o que acharam.

 

– Como aconteceu a formação da banda? 

Eu (Magrão), toquei durante sete anos na banda Fermo, banda no qual nós três já havíamos tocado juntos, o Anderson em 2007 a 2009; e o Michael em 2009 a 2010. Quando a banda acabou em 2015, eu não queria dar um tempo, queria continuar com novas ideias, com uma nova musicalidade que estava vivendo no momento, então não pensei duas vezes ao chamar velhos amigos de confiança pra essa nova etapa, tirando o fato que eu e o Michael somos primos, nós criamos juntos, ele me ensinou a tocar e conheci o Anderson em 2005, digamos que somos macacos velhos, mas gatinhos! (risos)

 

– Como surgiu a ideia para o nome da banda?

Nossa vontade de fazer Rock com peso sempre predominaram, então queríamos que o nome fosse algo agressivo que mostrasse através do nome o nosso tipo de som, algo Furioso; no início a ideia era Fúria, mas pesquisamos e já tinha uma banda com esse nome, então optamos por INFURIA, acho que ficou um bom nome, que combina bem com nosso Rock!

“queríamos que o nome fosse algo agressivo que mostrasse através do nome o nosso tipo de som”

– Para quem não conhece vocês, como vocês descreveriam a banda?

Somos uma banda que foge de tudo que é padrão, somos audaciosos, sem medo de “sentar o dedo”.

 

– Quais são as influências musicais de cada um?

Basicamente ouvimos e gostamos das mesmas bandas, acho que por unanimidade, bandas como Queens of The Stone age, MUSE, Silverchair e Nirvana.

 

– Como surgiu à ideia do clipe Destrua? Contem-nos como foi sua elaboração? Por que a escolha desse som?

Destrua é a nossa porta de entrada para o que realmente somos, desde a melodia, pesada, angustiante, que te pega de surpresa, a letra que retrata nada mais nada menos do que somos hoje; para nossa sociedade, pessoas descartáveis. Escolhemos por todos esses fatores e também porque amamos tocá-la, então pensamos, poxa, esse som merece um clipe; então chamamos nosso quarto integrante William Herrmann, que produz todo nosso material, todos os clipes, que nos atura e mata no peito nossas ideias de “giríco” e pega junto, unimos as ideias de fazer algo retro ao estilo VHS anos 80, usar prédios sendo destruídos; uma atuação de gala da banda, com a ajuda do nosso ilustre produtor Fell Rios, saiu essa obra de arte contemporânea.

 

– Qual a dica que você daria para jovens que se interessam em criar uma banda e seguir carreira artística?

Cara a gente toca a 15 anos no mínimo, vou ser breve, a música me deu muitas alegrias, ainda vai me dar muitas outras, então toque com coração, dedicação, busque sempre evoluir, não pare no tempo, e principalmente, faça o que vem da alma, não faça o que te falaram pra fazer, ou em busca de sucesso, se tu tocar de coração, ele vem ao natural, se não vir, tu fez o que tu ama e o que é de verdade, isso é importante!

“Toque com coração, dedicação, busque sempre evoluir, não pare no tempo, e principalmente, faça o que vem da alma”

– E os planos para o segundo semestre de 2017?

Como lançamos há três meses apenas nosso primeiro álbum, estamos fazendo muitos shows da Tour do álbum, pretendemos lançar mais um clipe, já lançamos 2, mas, tcha tcha tcha tchammm!!!! (risos) Já temos umas 15 músicas pré-produzidas, e delas vamos tirar cinco para talvez no início do ano tenhamos um EP para lançar, com uma cara nova e músicas muito mais loucas!

 

Gostaríamos de deixar um grande abraço ao pessoal do blog, por dar espaços a bandas novas do nosso cenário musical, isso é muito importante é a gente Valoriza demais isso! Que precisarem estaremos à disposição!
Grande abraço do Magro, do Michael e do Andy. Nos chamem de INFURIA e que a loucura esteja sempre em nós!!

Acompanhe o Facebook da Banda:

Facebook

Deixe uma resposta