Dica para ouvir e entrevista: Banda Old Kitchen

Formada por amigos, em meados de 2012, a Old Kitchen é uma banda de Rock composta pelos membros André Lima (Voz e Guitarra); Calado (Bateria), Gabriel Teodoro (Baixo) e Pedro do Carmo (Guitarra).

Em 2014, lançaram seu primeiro álbum, que conta com dez faixas, em um repertório único e autoral. Suas influências vão do indie rock moderno a bandas clássicas, passando por The Strokes, Arctic Monkeys, The Killers, The Cure, The Killers, The Smiths e entre outros.

O Dicas da Paty bateu um papo com André Lima, o vocalista da banda que conta sobre produção musical,  suas influências e plano para este ano.

– Como aconteceu a formação da banda?

Eu (André Lima, vocalista e Guitarrista) e o Thiago Calado (Baterista) tocamos juntos em outras bandas há mais de 10 anos; porém, depois de um hiato devido a circunstâncias da vida, nos encontramos um dia e resolvemos fazer algo juntos novamente. Nessa época, o Thiago já estava em um projeto com o Rodrigo David, que foi quem produziu o nosso primeiro disco e a faixa Legado meu do último EP, e começamos algo novo. Enquanto esse projeto rolava, o Gabriel Teodoro, nosso baixista, já amigo de longa data, frequentava os ensaios e foi obrigado por nós a tocar baixo na banda hahaha….

Esse projeto se dissolveu, e mais tarde eu, Gabriel e Thiago nos juntamos e demos início a Old Kitchen. Já tínhamos uma ideia pré-concebida do que queríamos fazer, e tudo rolou muito rápido, nessa época (meados de 2012) éramos um trio, porém, devido a quantidade de guitarras nas gravações, sentimos a necessidade de ter mais um guitarrista na banda. O Pedro (Badá) já era um grande amigo nosso, também era um cara presente e que já vinha participando dos nossos shows a algum tempo, um dia paramos e nos perguntamos, “o Badá já é integrante da banda, certo? rs, então tiramos uma foto com ele, e aqui estamos nós.

– Como surgiu a ideia para o nome da banda?

Quando eu e Thiago montamos a nossa primeira banda, o nosso ensaio acontecia em uma cozinha de uma casa vazia que ficava no quintal da casa do Marcus, primo do Thiago e tecladista da banda na época. Era uma casa muito antiga e que pertencia a avó deles, e toda a nossa formação musical aconteceu naquela casa. Quando pensamos em um nome para a banda, eu tive essa ideia de Old Kitchen (que é cozinha velha), como uma homenagem a essa história, o fato de ser em inglês tem muito a ver com a sonoridade e pronuncia que parecia mais interessante.

– Vocês sempre tiveram vontade de seguir com a área musical ou tinham outros planos?

Todos somos apaixonados pela música, posso responder por todos que esse é e sempre foi o nosso sonho.

 – Para quem não conhece vocês, como vocês descreveriam a banda?

Eu acho que a Old Kitchen não se enquadra em um estilo específico, devido a centenas de influências de cada um dos integrantes da banda. Diante disso, eu só poderia dizer que o nosso som é Rock, porém com grandes e fortes letras, linhas de guitarra, baixo marcantes, e uma levada. às vezes até dançante…. bem, é difícil traduzir em poucas palavras rsrs

– Quais são as vantagens e desafios em produzir música própria e fazer carreira no Brasil?

Isso está muito ligado ao que cada um está disposto a encarar como vantagem, nós aceitamos todos os momentos que a banda viveu e vive como bons. Sempre encontramos uma forma de enquadrar o momento da banda a nossa realidade, e fazemos isso para que não exista um motivo que pare a Old Kitchen.

O desafio de produzir música autoral no Brasil, é talvez menor do que a uns 20 anos atrás, existem muito home estúdios que oferecem um material com boa qualidade ou até mesmo a própria banda pode produzir boa parte do seu material em casa. Agora, falando de carreira, não podemos ignorar o fato de que o Rock não é a menina dos olhos da indústria, então vira uma questão de escolha, do que cada um espera, nós da Old Kitchen queremos sempre mais, e trabalhamos duro para isso, batemos nas portas, e estamos escrevendo e nossa história, com toda a dificuldade, estamos felizes pelo privilégio de poder fazer o que amamos.

– Quais são as influências musicais de cada um?

Temos muitas influências parecidas, viemos da mesma ” escola ” musical, sempre ouvimos muito The Smiths, The Strokes, The Cure, Arctic Monkeys, The Killers, Muse, e bandas mais antigas como Pink Floyd, Beatles, Rolling Stones…., todos também ouvimos muitas bandas de Metal, progressivo e até música eletrônica como Daft Punk, kraftwerk, Pet Shop Boys…, somos uma banda realmente eclética.

– E os planos para 2018?

Nós sempre tivemos a política de não parar de trabalhar, independente de mercado, e influências externas. Juntamos nossos trocados e produzimos o nosso material, e é isso que vamos continuar fazendo. Se algo maior acontecer e mudar a nossa realidade, também será maravilhoso.

O que temos de mais próximo e a gravação de um clipe para uma das faixas no nosso último EP “Novas Receitas” então, fiquem de olho rsrs.

 

Acompanhe as Redes Sociais da Banda:

https://www.facebook.com/bandaoldkitchen

Youtube

Deixe uma resposta