Dica de Peça de Teatro: Sei Lá Vi

Sinopse: A concepção do espetáculo surgiu a partir de questionamentos sobre a postura do ser humano perante as mais diversas situações do cotidiano e como ela escancara nossas fragilidades dentro da sociedade. No interesse em explorar modos com que a farsa, a mentira e a ilusão colocam a humanidade cada vez mais na posição de espectadora da própria vida.

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade (Centro)

Até 19 de Dezembro; Segundas e terças, às 20h; (Sessões extras dias 11 e 18, às 17h)

Gratuito – Retirada de ingressos uma hora antes da apresentação.

Dica de Lugares: Season One Bar

A Season One – Arts & Bar é um espaço dedicado aos fãs das séries de televisão. O local atende de terça a domingo, a partir das 19h. Tem uma programação diversificada que inclui música, cinema e exibição das melhores séries da televisão.

Aberto desde 2014, oferece petiscos e bebidas com nomes de séries famosas, como o drink Beer of Thrones ou a porção Friends;

Localizado na Rua Morato Coelho,575 – Pinheiros, São Paulo – SP – 05417001.

https://www.facebook.com/seasononebar/

Dica para o Final de Semana: Comédia ao Vivo

Pioneiros no stand-up comedy e responsável pela formação do circuito do riso na capital paulistana, o grupo de stand-up Comedy — Comédia ao Vivo — em cartaz desde 2008 e já visto por mais de 100 mil pessoas. Comédia ao Vivo é o grupo de humor mais antigo em atividade em SP, já fizeram parte do elenco Marcelo Adnet, Danilo Gentilli, Dani Calabresa entre outros grande nomes. Hoje o elenco é formado por Luiz França e Fabio Rabin que estão desde a formação original e conta com as grandes revelações da comédia: Thiago Ventura, Dih Lopes, Nando Viana e o experiente Diogo Portugal. O show ainda conta a cada apresentação com a participação de convidados de peso do cenário stand-up nacional. Elenco rotativo e sujeito a alteração.

 

Local: Teatro Renaissance (Paulista)

Até 1 de Dezembro; Sextas, às 23h59

Dica para o Final de Semana: Dudinha, Mariana e a Galinha Pintadinha

O musical está em cartaz, desde 2012, e como narrador tem o menino Dudinha e a menina Mariana; O espetáculo relembrar as antigas cantigas e brincadeiras de roda, trazendo ao palco personagens do folclore brasileiro como a Galinha Pintadinha, o Galo Carijó, o Pintinho Amarelinho, Dona Aranha, Dona Baratinha, o Boi da Cara Preta, Borboletinha e muitas outras para as famílias brasileiras se divertirem.

Local: Teatro Bibi Ferreira (Paulista): Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bela Vista, São Paulo.

Até 17 de Dezembro; Domingos, às 15h.

Na bilheteria: R$ 60,00

No Sampa ingressos: R$ 24,90

https://www.sampaonline.com.br/cultura/espetaculo.php?id=60593

Dica para assistir: Cindy

A peça conta a história Cindy Spencer, que se auto intitula “A Nova Mulher”. Tem a missão de apresentar outras possibilidades, sem tantas predefinições e tabus. A peça é livremente inspirada em personagens de Caio Fernando Abreu, Gore Vidal, Oscar Wilde e Pedro Almodóvar, nos autorretratos Andy Warhol montado de drag queen e em textos de Elisabeth Bishop, Gertrud Stein e Marguerite Yourcenar.

Local: Biblioteca Mário de Andrade (Centro) – Rua da Consolação, 94 (Consolação)

Até 25 de Setembro; Segundas, às 19h.

Preço: Gratuito

Distribuição de ingressos 30 minutos antes de cada sessão.

Dica para ouvir + Entrevista: Banda Eddie

Hoje, depois de várias formações, a Banda Eddie é composta por Fábio Trummer (guitarra & voz), Urêa (percussão & voz), Andret (trompetes, teclados & samplers), Kiko (bateria) e Rob (baixo), contando sempre com a parceria especial de Erasto Vasconcelos. A banda tem um estilo próprio e anima o público por aonde vai com referencias como o frevo.

A Eddie possui mais de quatro registros em discos: Sonic Mambo (Roadrunner, 1998), Original Olinda Style (independente, 2002), Metropolitano (independente, 2006), Carnaval no Inferno (independente, 2008) e Veraneio (Independente 2011).

O Dicas da Paty bate um papo com o vocalista Fabio Trummer que conta sobre o surgimento da Banda, parcerias e projetos futuros. Confere e conheça mais sobre a Banda Eddie:

 

Como aconteceu a formação da banda?

A banda teve início em 1989, dentro do Colégio Objetivo em Olinda, gazeávamos aula pra ir em casa tocar e fazer música. Começamos a fazer show no colégio e depois passamos para bares da cidade, bares das cidades vizinhas, estados vizinhos… e assim, pegou embalo.

 

Como surgiu a ideia para o nome da banda?

Os nomes das bandas no país da época eram todos compostos, e queríamos fazer outra coisa, algo mais sem fronteiras, dai veio a ideia de um nome próprio para um grupo de pessoas, “todos reunidos numa pessoa só”. Tinha 19 anos na época.

 

Vocês sempre tiveram vontade de seguir com a área musical ou tinham outros planos?

Estudei arquitetura, outro turismo, outros mais novos da banda já vieram da cena musical do estado de PE, da vontade de ser músico desde sempre.

 

 – Para quem não conhece vocês, como vocês descreveriam a banda?

Somos uma banda que fazemos musica popular urbana brasileira e só sabemos tocar do nosso jeito.

 

Quais são as influências musicais de cada um?

A nossa própria música é nossa guia nas influências e referências, que sempre estão mudando, sempre ouvindo coisas novas, conhecendo coisas antigas, procurando coisas escondidas nos países menos explorados, é um mundo inteiro de sons e estéticas.

 

 – Como surgiu a ideia do clipe com a participação especial Karina Buhr?

A Karina Buhr é uma amiga antiga, do inicio dos anos 90, ela fez parte da banda e gravou o álbum Sonic Mambo com a gente em Massachussetes, EUA, em 1998; Nesse primeiro álbum, dos nossos sete trabalhos lançados, ela gravou em cinco e sempre está fazendo show com a gente pelo país. Considero que ela é uma Eddie especial, foi por isso, que ela pintou no clipe. Há um clipe de “falta de sol” de 1996, do selo Rockit!!! Que ela também está presente, ela foi da banda por quase quatro anos.

 

 – E os planos para o segundo semestre de 2017?

Estamos lançando três singles até o fim do ano, um por mês, que fazem parte do nosso próximo trabalho e que sai em janeiro de 2018, O “Mundo Engano”, nosso sétimo álbum.

Escute toda a discografia da Banda Eddie nas principais plataformas digitais:

Clipe Banda Eddie participação especial Karina Buhr

DEEZER

ITUNES

Dica para o Final de Semana: Free Beats no Bixiga

Considerada uma das festas mais populares de São Paulo, a Free Beats tem o intuito de ocupar espaços públicos com muita mistura musical. E neste Sábado (2), a Praça Dom Orione, no Bixiga, receberá essa festa no período da tarde.

A festa terá muita música, feira de discos, comidas e bons drinks. Vai ser entre ás 14h até 21h, totalmente gratuito.

Dica Livro: O Preço da paz

SAIUUUU vídeo novo!!!
A Dica de livro hoje é O Preço da paz
Um livro que mostra as coincidências dessa vida ou será destino que coloca alguém nas nossas vidas quando menos esperamos. A narrativa também fala sobre o perdão, que precisamos ter para evoluir como pessoa. Evoluir espiritualmente.

Dica de Filme: A Família Bélier

O Filme conta a história de uma família francesa que vive em uma cidade no interior e tem como renda a produção própria de laticínios de sua pequena propriedade. O grande diferencial dela é o fato de todos serem surdos, exceto Paula.

Paula é uma adolescente típica de 16 anos que vive os conflitos normais de sua idade: primeira paixão, amizades, inseguranças e sonhos. Além disso, ela é intérprete de seus pais e do irmão, que dependem dela para se relacionar com o resto do mundo. De forma inesperada, Paula descobre possuir um talento excepcional para cantar e é estimulada a participar de um concurso para estudar em uma respeitada escola de canto de Paris. A adolescente passa a viver em conflito por ter que escolher entre seu talento e a família.

A Família Bélier poderia ser um filme sobre conflitos familiares como tantos outros que o cinema já retratou, mas se torna único pela singeleza de seus personagens. Um filme que retrata a coragem necessária que às pessoas se dispõem a praticar o amor na sua mais genuína expressão.

Um filme lindo de ver, sentir e ouvir!