Dica para o Final de Semana: O Pintinho Amarelinho

Certo dia, o Pintinho Amarelinho e sua irmã estavam brincando quando ficam sabendo, através da dona Barata, que o grande e maldoso Gavião está rondando o sítio do senhor Lobato. Todos ficam com muito medo e, dona Galinha, proíbe seus pintinhos de brincarem fora do galinheiro. Entretanto, o Pintinho Amarelinho, além de medroso, também é muito teimoso e resolve enfrentar seus medos. Com a ajuda do Sapo Cururu, ele pede ajuda para vários animais daquele sítio. Falam com Borboletinha, Formiguinha, dona Vaca, uma Pombinha Branca e muitos outros. Certo dia, ele tem a grande ideia de usar a fedorenta bomba que o senhor Sapo tem no pé. Depois de capturado, o senhor Gavião conta um segredo para o Pintinho que muda toda a história e prova para todos que as aparências enganam e muito!

Local: Teatro Ruth Escobar – Sala Miriam Muniz (Paulista)

Data: até 24 de Setembro; Domingos, às 16h.

Dica para o Final de Semana: O Mágico de Oz – O Espetáculo

O espetáculo tem texto e direção geral de um dos nomes mais conceituados na dramaturgia do Teatro para Crianças, Fernando Lyra Júnior, que ao longo de seus mais de 20 anos dedicados ao palco foi detentor de vários prêmios e críticas elogiosas. A peça conta a história de Dorothy, uma garotinha que se perde no Mundo de Oz e para conseguir o caminho de volta para a casa precisa encontrar o Grande Mágico de Oz. Com a ajuda da Bruxa do Norte, Dorothy começa a sua procura no caminho até o Castelo do Mágico, onde muita coisa acontece. Ela conhece seus três inseparáveis amigos: O Espantalho, O Homem de Lata e o Leão, que ajudam a menina a atingir seus objetivos.

Local: Teatro Ruth Escobar – Sala Dina Sfat (Paulista): Rua dos Ingleses, 209 – Bela Vista, São Paulo

Até 24 de Setembro; Domingos, às 17h30.

Na bilheteria: R$ 40,00

Dica para assistir: Cindy

A peça conta a história Cindy Spencer, que se auto intitula “A Nova Mulher”. Tem a missão de apresentar outras possibilidades, sem tantas predefinições e tabus. A peça é livremente inspirada em personagens de Caio Fernando Abreu, Gore Vidal, Oscar Wilde e Pedro Almodóvar, nos autorretratos Andy Warhol montado de drag queen e em textos de Elisabeth Bishop, Gertrud Stein e Marguerite Yourcenar.

Local: Biblioteca Mário de Andrade (Centro) – Rua da Consolação, 94 (Consolação)

Até 25 de Setembro; Segundas, às 19h.

Preço: Gratuito

Distribuição de ingressos 30 minutos antes de cada sessão.

Dica do Dia: Anaïs Nin – À flor da pele

O monólogo é encenado por Flávia Couto, que se inspirou nos diários íntimos e correspondências secretas da autora de “A Casa do Incesto” para retratar sua luta pela liberdade artística, sexual e emocional em meados da década de 1930.

Em um cenário que remete ao “quarto de palavras” da autora, o público ouve as confissões e mergulha nas aventuras que se passam ora na provinciana Louveciennes (cidade a 30 quilômetros de Paris), ora na capital francesa ameaçada pela Segunda Guerra Mundial, ora na agitada e libertina Nova Iorque.

Quem foi Anaïs Nin?

Filha de um compositor cubano e de uma cantora com ascendência cubana, francesa e dinamarquesa, Anaïs Nin nasceu na França, mas se mudou com a mãe para Nova Iorque logo que seus pais se separaram. A ausência do pai foi um dos principais motivos que a levaram, ainda adolescente, a escrever.  Ficou famosa pela publicação de seus diários íntimos, que narravam situações e temas polêmicos para a época, tais como as aventuras sexuais com amantes e o caso de incesto com seu pai. Foi oficialmente bígama, ao se casar em 1955 com Rupert Pole, sendo ainda esposa de Hugh Guiler. Por ser uma mulher livre e persistir firme na defesa pelo seu estilo pessoal de escrita e espaço como autora, foi considerada uma referência para movimentos emancipatórios femininos.

Onde: Oficina Cultural Oswald de Andrade

Quando: 19 de junho a 12 de julho – segundas, terças e quartas, às 20h

Quanto: Gratuito (retirada de ingressos uma hora antes)

Espetáculo reúne histórias de Clarice Lispector para as crianças

Entre os dias 1 e 30 de abril, o Teatro Décio de Almeida Prado, recebe o espetáculo infantil “Brincar de Pensar – contos de Clarice Lispector”. As sessões acontecem sempre aos sábados e domingos, às 16h. Os ingressos custam R$ 14 e $ 7,50 (meia-entrada).

A peça é inspirada na obra da escritora e é apresentada em oito histórias de Clarice, para oferecer ao público a sensação de estar folheando as páginas de um livro.

Com direção de Vanessa Bruno, o espetáculo faz parte do projeto “VULCÃO”, que tem o intuito da transposição da literatura para os palcos.

Teatro Décio de Almeida Prado: R. Cojuba, 45 – Itaim Bibi, São Paulo – SP, 04533-040

Teatro Paiol Cultural apresenta a Turma da Vila – Homenagem ao Chaves

Entre 26 de Março (domingo) até 23 de Abril (Domingos), às 17h30, a turma do chaves vem animar o público com as brigas e confusões do protagonista chaves e a vizinhança. Seu Barriga vem cobrar o aluguel e Seu Madruga sempre dá um jeito de se esconder; Dona Florinda sempre protegendo seu Tesouro das brigas entre as crianças e desta vez Chavinho, Quico e Chiquinha irão aprontar entrando na casa da Bruxa do 71.

Local: Teatro Paiol Cultural (Centro) – Localizado na Rua Amaral Gurgel, 164 (Vila Buarque). Na bilheteria: R$ 30,00